19 de mai de 2008

As lições de Xuxa. As lições de Sasha

O que mãe e filha ensinaram uma à outra em nove anos de convivência
Das suas lições de infância, talvez nunca se esqueça do dia em que sentou- se compenetrada ao lado da mãe, no aconchego de casa, e com ela aprendeu a jogar buraco. Aos 9 anos, Sasha é uma entusiasta dos truques do passatempo, que virou um delicioso momento de lazer em família. O orgulho de ter aprendido como manusear com destreza as cartas do baralho é enorme. Só não é maior, contudo, que o primeiro ensinamento materno: "Por pior que seja a verdade, falar sempre a verdade. Porque minha mãe vai estar sempre comigo". Os risonhos olhos azuis, tão conhecidos do público, se emocionam mesmo que, dia após dia, a criadora não canse de se surpreender com a criatura. "Ela é muito disciplinada. Sasha tem limites", resume a eterna Rainha dos Baixinhos. Nessa hora, Xuxa Meneghel revela-se tão aprendiz da filha quanto mestra: "Sasha me ensinou a ouvir e a esperar".
Como todas as mães, Xuxa gosta de repetir que Dia das Mães é todo dia. No domingo dia 11, como sempre acontece, ela, Sasha e a avó, Alda, de 67 anos, estarão juntas para celebrar os laços que unem as três gerações da família Meneghel. No afeto que Xuxa experimenta todas as noites, antes de dormir, quando ouve um reconfortante "eu te amo" da filha, a apresentadora se recorda da lição simples e verdadeira que sua mãe lhe passou: "Aprendi a lei do retorno. Você recebe o que dá. Bom e ruim." E, diariamente, às 6h30 da manhã, quando Sasha beija a mãe, ainda sonolenta, antes de seguir para a escola, a filha tem certeza de que "se você dá amor, recebe amor. Se você dá o bem recebe o bem". "Ela nasceu do jeitinho do meu sonho", diz Xuxa
Este ano, mãe e filha ainda têm mais motivos para comemorar. O primeiro deles: Xuxa retomou o relacionamento com o pai de Sasha, o ator Luciano Szafir, numa reconciliação que por muitos é atribuída ao poder agregador da filha do casal. E na véspera do Dia das Mães, no sábado 10, a apresentadora estréia seu novo programa na Globo, o TV Xuxa, uma atração voltada para a família. Na primeira edição, uma das atrações será justamente Sasha, que participará do encerramento do programa homenageando a mãe. Foi a mãe quem pediu para que a filha participasse da estréia. Xuxa vê em Sasha seu mais precioso amuleto. Costuma dizer que a filha lhe passa energias positivas. Sasha gravou a participação e entregou à mãe o Disco de Platina recebido pelo sucesso do DVD Só para Baixinhos 7. No programa, ela reforçou com a filha a campanha para que os pais não batam em seus filhos. "Sasha, eu te bato?", perguntou a mãe à filha no ar. "Não, claro que não", sorriu Sasha. "Mas quando você fala que não, é não", brincou a apresentadora.

Se as lições da mãe fazem parte da rotina da filha, Xuxa vive o cotidiano em família cheios de provas de amor: cartinhas, desenhos, sorrisos, abraços e beijos. "Me orgulho da generosidade dela", diz. Ela considera fácil a tarefa de educar a menina. E para expressar todo seu contentamento, a apresentadora revela que a filha nasceu exatamente da maneira que anteviu. "Quando eu estava grávida, sonhava com ela e ela nasceu do jeitinho do meu sonho."

5 coisas que Sasha aprendeu com Xuxa

1."Você recebe o que você dá. Se você dá coi sa boa , recebe coisa boa . Se dá coisa ruim , recebe coisa ruim . Se dá amor, recebe amor. Se dá o bem, recebe o bem "

2. "Que mentira é uma coi sa muito ruim . Por pior que seja a verdade, falar sempre a verdade. Porque minha mãe vai estar sempre comigo"

3. "Gostar e respeitar os bichos e a natureza"

4. "Não ter frescura, a única coisa de que eu tenho nojo é cocô e vômito"

5. "Ir até o final das coisas, nunca desistir no meio. Ah ! E aprendi com a minha mãe a jogar buraco!"

5 coisas que Xuxa aprendeu com Sasha

1. "Com minha filha, eu aprendi e aprendo diariamente. Aprendi a ouvir"
2. "Aprendi a esperar"
3. "Aprendi que não sei de nada"
4. "Aprendi a dizer não e a não abaixar a cabeça"
5. "Aprendi que tenho capacidade de amar por nós duas. Eu, que sempre fui egoís ta em relação a Sasha , só quero dar, nem preciso receber"

Xuxa e Sasha na Disney: todos os anos, esse é um dos programas preferidos de mãe e filha

"A Sasha veio pronta"


Em entrevista à Gente, Xuxa conta que Sasha é naturalmente disciplinada, que a relação das duas é baseada na conversa e no respeito:

Que futuro idealiza para Sasha? Que ela seja muito feliz!

Em que ela mais a surpreende e no que lhe dá mais orgulho?Ela me surpreende todos os dias. Recebo cartinhas, desenhos, sorrisos, abraços, beijos... Sempre me orgulho da generosidade da Sasha. Ela é generosa, sempre preocupada com os outros. Semana passada estávamos organizando um bazar para ajudar as crianças da Fundação e ela disse que ia pedir para as amigas do colégio para ajudarem a angariar doações. E ainda fez uma arrumação no armário de roupas e brinquedos para doar também.

Quais são as suas preocupações como mãe? Violência e doença.

É difícil impor limites? Sempre digo que a Sasha veio pronta. Ela é muito disciplinada... Tem limites. Talvez se tivesse outro filho, com outra personalidade, isso poderia ser diferente. Vai de cada um, não podemos generalizar. Acho que a palavra mais importante entre pais e filhos é "respeito" e muita conversa.

Que experiências já viveu nessa fase pré-adolescente de Sasha. Poderia nos contar alguma situação nesse sentido? Ela tem nove anos... Ainda não vivi nenhuma experiência desagradável.

Muitos pais temem a adolescência. Qual a sua visão sobre esse assunto e quais as suas preocupações? Quando chegar, eu te conto. Mas acho que temos que usar muita saliva, muita conversa e boas palavras. Dar o melhor para quem amamos já é um grande passo para afastarmos nossos filhos do mal. Agora, se o que você oferece é desrespeito e desprezo, a criança cresce acreditando e apostando em coisas ruins. A criança que cresce com amor e carinho consegue distinguir melhor o bem e o mal.

Você e o Luciano têm opiniões afinadas sobre a condução desse preparo para a etapa adolescente de Sasha? Até hoje, sempre pensamos parecido na educação da Sasha.


Como prepara sua filha para enfrentar o mundo? Já conversou com ela sobre violência, drogas e sexo? Uma boa educação deve começar com uma boa conversa. Conversamos sobre tudo na medida em que as dúvidas aparecem. Quando ela me pergunta sobre algum assunto que não sei, ou para o qual eu não estou preparada para responder, vou buscar as respostas e conversamos.

É uma mãe superprotetora ou ciumenta? Existe alguma mãe que não é???? Gosto de estar perto da Sasha sempre, todo dia, toda hora, mas respeito o espaço dela, quando ela quer estar e brincar com as amigas.

Em que ela se parece com você? Gostamos de bicho e de criança pequena.


Qual o sonho mais bacana que já teve com Sasha?Sonhava com ela quando estava grávida e ela nasceu do jeitinho do meu sonho.

Você nos contou que ela fez com que você aprendesse a ouvir e a esperar. Pode nos contar alguma situação em especial?Tive que aprender a esperar nove meses para ela nascer. E para conversar, você tem que ouvir.

Com a Sasha você também diz ter aprendido a dizer não e a não abaixar a cabeça. Que exemplos simbólicos poderia nos dar desse aprendizado?Muitas coisas que acontecem comigo eu deixo para lá, não ligo, não respondo. Eu penso assim: não vou gastar minha energia com isso... Mas quando é com ela, eu viro uma leoa.

Qual foi a prova de amor mais marcante de sua filha? O dia-a-dia, o "eu te amo" que escuto todas as noites antes de dormir. Estas são as melhores provas de amor. Eu dou muito valor a cada gesto, cada palavra dela, a tudo que aprendo com ela todos os dias.

Nenhum comentário: